[DIA 7] SEMANA ESPECIAL: O DEMÔNIO NO CAMPANÁRIO




Entrevista com a autora


Não poderia faltar na Semana Especial O demônio no campanário uma bela entrevista com a autora, Michelle Pereira, para conhecer um pouco mais sobre ela e sobre o livro e é por isso que aqui vão 5 perguntinhas que vão nos ajudar nisso!

Entrevista por Jhonatan Almeida (Clichê Imperial) e Michelle Pereira.



Fale um pouco mais sobre você. O que gosta de ler? O que gosta de escrever?
Oi, oi, gente! Bom, eu sou mineira, designer gráfico, nerd, maluca por livros e autora de ODnC e da série Guardião do Medo, além de ter um conto na antologia Criaturas do Submundo, da editora Wish. Adoro fantasia! Talvez por isso, todos os meus livros e contos, até agora, sejam relacionados a esse gênero (embora eu esteja planejando um chick-lit e um sci-fi). E não só de escrever, gosto de ler sobre também. Tanto que minha estante é lotada de livros de Fantasia, como minha coleção do Neil Gaiman (meu autor favorito), por exemplo.


Como surgiu a ideia de O demônio no campanário?
Escrevi O demônio no campanário logo depois de Guardião, para espairecer um pouco, já que a história anterior tinha uma carga emocional muito grande. O título veio primeiro na minha cabeça e uma frase, mais ou menos assim: “nunca acreditei que existisse um demônio no campanário, até que um dia ele me beijou”. Depois, foi só escrever sobre a Eva e sobre aquele demônio charmoso, Eron.


Essa história tem algo relacionado a outras histórias escritas por você, como Guardião do Medo?
O demônio no campanário é totalmente diferente de Guardião. É um livro mais leve, romântico e adolescente. Tem mais sacadas de humor, uma condução diferente e personagens bem mais amistosos. Ainda assim, um personagem de Guardião faz uma pequena participação no final do livro.


Você se inspirou em alguém ou em alguma personalidade para criar seus personagens?
Em O demônio no campanário, não. Talvez a Eva tenha um pouco de mim, assim como Alexander, de Guardião do Medo, também tenha. Afora isso, todos os personagens vieram brotando da minha cabeça, haha.


O que as pessoas devem esperar de O demônio no campanário?
Embora o título possa ser um pouco “pesado” por falar diretamente de um demônio, a história não é. O demônio no campanário é um romance fantástico em que um demônio, o querido Eron, está preso no campanário de uma igreja por uma maldição e precisa de uma garota virgem e poderosa para libertá-lo. Adormecido há algumas décadas, ele desperta após sentir o cheiro de Eva, uma nova estudante do internato Senhora das Dores, que fica ao lado da igreja. Por falar em Eva, ela é uma garota tímida que acaba de ser transferida do Colégio Central, pois seus pais se separaram e tomaram rumos diferentes. Ela não está nem um pouco feliz por ter de ficar trancada em um convento, mas terá de se adaptar. E não precisará fazer isso sozinha, pois tem novas amigas, Joan, Carol e Cristal, todas malucas haha!

Enquanto se adapta, ela terá de lidar com Victor, um garoto que está bem interessado nela; Karina, a ex-namorada de Victor, que ainda é apaixonada por ele, e sua parceira de educação física; e claro, não vamos esquecer de Eron, que começará a rondar Eva... com muito charme e um toque de terror. 






O demônio no campanário está em pré-venda em duas versões, física e digital. Confira abaixo como adquirir:


— Livro digital na Amazon: https://goo.gl/Pwdh1z
— Livro físico com a autora: solicite pelo e-mail michellep.designer@hotmail.com ou por inbox em facebook.com/michelle.pereira.7731

* Os 10 primeiros leitores a adquirir a versão física ganham:
1 pôster
1 postal
5 adesivos
3 marcadores





Sinopse: Evangeline Lions é uma garota como outra qualquer. Estuda em um colégio de boa reputação, diverte-se com seus amigos ouvindo música no último volume e tenta a todo custo chamar a atenção dos pais.
Até eles se separarem e ela ser enviada para o colégio interno do Convento Senhora das Dores. Ali, Eva — como gosta de ser chamada — terá de se adaptar a uma nova rotina, a novas amigas malucas, a um possível pretendente e a uma inimiga implacável.

Eron é um demônio que se alimenta da lascívia humana. Preso ao campanário do Convento por uma maldição e adormecido há décadas, ele é desperto por um novo cheiro no ar. Uma virgem chegou ao colégio e seu odor revela poder. Muito poder.

Talvez a nova garota seja sua garantia de liberdade.

Fanpage | Skoob





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: 101 dias com ele - Paula Oliveira